CONTROVÉRSIAS AMBIENTAIS FRENTE À COMPLEXIDADE DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS (environmental controversies in view of the complexity of climate changes)

  • Neli Aparecida Mello-Théry Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo
  • Andrea Cavicchioli Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo - São paulo (SP)
  • Vincent Dubreuil Université Européenne de Bretagne - Rennes, França

Abstract

O artigo discute as transformações da temática ambiental entre 1992 (Conferência do Rio) e 2012 (Conferência Rio + 20) destacando as controvérsias, impasses e desafios dessa problemática enfocando as mudanças climáticas, fundamentados em abordagem comparativa e na noção de complexidade geopolítica, a qual norteia as análises e a compreensão dos processos. Assim, contextualiza-se essa questão no cenário internacional, enfatizando a posição e tendências dos distintos países, com relação às mudanças técnico-políticas da mitigação para a adaptação. Nesse debate assumimos que se tornou inevitável a adoção de medidas de adaptação e de gestão ambiental, no âmbito local, para enfrentar uma situação dominada pelo impasse político e diplomático.

Palavras-chave: Rio 92, Rio + 20, Mudanças climáticas, Soluções locais.

ABSTRACT

This paper discusses the transformations of the environmental issue between 1992 (Rio Conference) and 2012 (Rio+20 Conference) and highlights the controversies and deadlocks of this question, as well as its challenges. Focusing on climatic changes and employing the notion of complexity to guides the analysis and the comprehension of the processes, the question is contextualized within the international scenario. In this debate, emphasis is given to the positions and trends of different countries in terms of technical and political changes leading to a shift from mitigation to adaptation. The conclusion seems to point to the adoption of adaptation and environmental management measures at local scale as the inevitable pathway to face a situation in which today many place little hope for a diplomatic political solution. 

Key words: Rio 92, Rio + 20, Climate changes, Local solutions.

RESUMEN

Este artículo discute las transformaciones de la temática ambiental entre 1992 (Conferencia Rio 92) y 2012 (Rio+20), y destaca las controversias, los impases y los desafíos de esa problemática, enfocando el cambio climático. Utilizando la noción de complejidad para dirigir el análisis y la comprensión de los procesos, la cuestión se contextualiza en el ámbito internacional con énfasis en las posiciones y las tendencias de los diversos países con respecto a la mudanza técnico-político desde la mitigación hasta la adaptación. En ese debate, asumimos que se tornó inevitable la adopción de medidas de adaptación y de gestión ambiental en la escala local para enfrentar una situación en la cual, hoy, son colocadas pocas esperanzas de una solución diplomática y política.

Palabras-clave: Rio 92, Rio + 20, Cambio climático, Soluciones locales. 

DOI:

Author Biographies

Neli Aparecida Mello-Théry, Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo
Doutora em Geographie - Universite de Paris Ouest-Nanterre-La Defense (2002) e em Geografia Humana, pela Universidade de São Paulo (2002). Participa de redes e laboratorios de pesquisa no Brasil e na França, além de ser pesquisador-associado da Universidade de Brasília, foi professor visitante na Université de Rennes 2 (2005) e na Université Paris Sorbonne-Nouvelle (2008). Sua experiência, na área de Geografia, abrange principalmente os seguintes temas: gestão ambiental, dinâmicas territoriais, políticas ambientais e territoriais, meio ambiente e desenvolvimento sustentável, gestão urbana e ordenamento territorial, meio ambiente e políticas internacionais. É coordenadora do Grupo de Pesquisa Políticas públicas, territorialidades e sociedade do Instituto de Estudos Avançados da USP. Autora dos livros Território e Gestão Ambiental na Amazônia: Terras públicas e os dilemas do Estado (2011), Políticas Territoriais na Amazônia (2006) e co-autora do Atlas do Brasil - Disparidades e Dinâmicas do Território (2005, 2008) entre outros.
Andrea Cavicchioli, Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo - São paulo (SP)
Professor doutor, docente de gestão ambiental e orientador no programa de pós-graduação em Mudança Social e Participação Política (PROMUSPP, EACH-USP)
Vincent Dubreuil, Université Européenne de Bretagne - Rennes, França
Doutorado (1994) e Livre-docência (2005) em Climatologia geografica - Université Rennes 2. Atualmente é Professor titular - Université Rennes 2, - Direitor do Laboratorio COSTEL (CNRS) de 2001 até 2007 - Foi secretaria da Association Internationale de Climatologie de 2000 até 2006. Em 2008, Professor Visitante Estrangeiro no Centro de Desenvolvimento Sustentavel da Universidade de Brasilia (bolsista da CAPES). Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Geografia Física, climatologia e sensorimento remoto. Projetos atuais sobre dinamica do uso do solo, climatologia e desenvolvimento sustentavel na amazonia matogrossense.
Published
03/12/2013
How to Cite
MELLO-THÉRY, Neli Aparecida; CAVICCHIOLI, Andrea; DUBREUIL, Vincent. CONTROVÉRSIAS AMBIENTAIS FRENTE À COMPLEXIDADE DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS (environmental controversies in view of the complexity of climate changes). Mercator, Fortaleza, v. 12, n. 29, p. 155 a 170, dec. 2013. ISSN 1984-2201. Available at: <http://www.mercator.ufc.br/mercator/article/view/1201>. Date accessed: 21 oct. 2019.
Section
ARTICLES

Keywords

Rio 92, Rio + 20, mudanças climáticas, soluções locais