CONDICIONAMENTO ESTRUTURAL DO RELEVO NO NORDESTE SETENTRIONAL BRASILEIRO (conditioning structural of relief in Northeast Brazilian)

  • Rubson Pinheiro Maia Universidade Federal do Ceará, Fortaleza (CE)
  • Hilario H. R. Bezerra Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Abstract


O presente trabalho fará uma análise acerca do condicionamento morfoestrutural do relevo no Nordeste setentrional brasileiro com ênfase no papel exercido pelas estruturas de deformação rúpteis e dúcteis do embasamento cristalino pré-cambriano. Para tanto, o enfoque analítico proposto abordará a relação entre estruturas tectônicas e relevo e como os processos de denudação continental tem evidenciado essas estruturas por meio da erosão diferencial e tectônica. Nesse aspecto, a exumação em zonas de deformação de direção NE-SW e E-W origina trends de lineamentos que confinam os canais de drenagem orientando a dissecação e por vezes a agradação fluvial. Isso resulta em sequencias de cristas e vales que confinam os canais de escoamento, passando esses a serem indicadores dos planos de deformação. Esse contexto estende-se para os ambientes sedimentares na forma de controle sobre a dissecação que passa a ocorrer orientada segundo os planos de falhas, formando vales encaixados que constituem a expressão geomorfológica da reativação frágil de zonas de cisalhamento transcorrentes nas unidades paleozoicas, mesozoicas e cenozoicas.

Palavras-chave: Geomorfologia; Nordeste; Tectônica.

ABSTRACT

This paper presents a review about the morphostrutural control  played by brittle and ductile basement structures on the relief in northeastern brazil. Our study indicates that continental denudation have been controled by both differential erosion and tectonics. In this aspect, the exhumation along NE-SW and E-W striking shear zones originates lineaments, which confine  the drainage channels and guide the dissection and sometimes fluvial aggradation. This process results in ridges and valleys that control the flow channels, which become indicators of shear zones and faults. This process is also observed in sedimentary basins, where dissection along fault zones form tectonic valleys that constitute the geomorphic expression of the fault reactivation.

Key words: Geomorphology;  Northeastertn Brazil; Morphotectonics.

RESUMEN

Este artículo examinará el condicionamiento morfo estructural de la topografía en el noreste septentrional de Brasil, con énfasis en el papel desempeñado por las estructuras de deformación frágil y dúctil del basamento cristalino precámbrico. Por lo tanto, el enfoque analítico propuesto abordará la relación entre las estructuras tectónicas y la topografía y cómo los procesos de denudación continental ha demostrado estas estructuras por la erosión diferencial. A este respecto, la exhumación en las zonas de deformación en el NE-SW y E-W origina trends de lineamientos bordeando canales de drenaje que guían la disección y agradación fluvial. Esto da lugar a secuencias de crestas y valles que confinan los canales de flujo, que pasan a ser indicadores de los planos de deformación. Este contexto se extiende a los ambientes sedimentarios en forma de control sobre la disección que ocurre orientado a lo largo de los planos de falla, formando valles que constituyen la expresión geomorfológica de reactivación frágil de las zonas de cizalla transcurrentes en las unidades del Paleozoico, Mesozoico y Cenozoico.

Palabras clave: Geomorfología; Nordeste; Tectónica.

Author Biographies

Rubson Pinheiro Maia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza (CE)
Doutor em Geodinâmica e Geofísica (UFRN). Atua na área de Geomorfologia com ênfase em Morfotectônica de ambientes cársticos e fluviais. Possui trabalhos nas áreas de morfotectônica de ambiente cárstico, em sistemas fluviais, em zonas de deformação e em maciços cristalinos. Participou do projeto de Mapeamento Geológico-Geomorfológico da Folha SB-24-X-D-I (Mossoró-RN) financiado pela CPRM (Serviço Geológico do Brasil) e do projeto de mapeamento/caracterização do carste (Porocarste) na Bacia Potiguar financiado pela Petrobrás. Integra o INCT (Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia) na área de Estudos Tectônicos. Ministrou disciplinas ligadas às Geociências na UFC (2005) UECE (2006/2007), FATEC-CE (2006/2008), UFRN (2011/2013). Atualmente é Professor de Geomorfologia da Universidade Federal do Ceará.
Hilario H. R. Bezerra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
doutorado em Geologia pela Universidade de Londres (1998). Atualmente sou Professor Associado da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Atuo na área de Geociências, com ênfase em Neotectônica e Deformação Rúptil. Meus principais interesses são Evolução de falhas, Falhas com sismicidade, Paleossismicidade, Morfotectônica, Deformação de Depósitos Sedimentares Neogênicos e Quaternários e tensões tectônicas.
Published
03/04/2014
How to Cite
MAIA, Rubson Pinheiro; BEZERRA, Hilario H. R.. CONDICIONAMENTO ESTRUTURAL DO RELEVO NO NORDESTE SETENTRIONAL BRASILEIRO (conditioning structural of relief in Northeast Brazilian). Mercator, Fortaleza, v. 13, n. 1, p. 127 a 141, apr. 2014. ISSN 1984-2201. Available at: <http://www.mercator.ufc.br/mercator/article/view/1233>. Date accessed: 20 oct. 2017.
Section
ARTICLES

Keywords

Geomorfologia, Nordeste, Tectônica.