OS SISTEMAS AGROFLORESTAIS DOS KATITAURLU: território dos saberes, Geografia da biodiversidade (the agriforest systems of Katitaurlu: territory of knowledge, geography and biodiversity)

  • Prudente Pereira de Almeida Neto Universidade Federal da Bahia

Abstract

A análise científica do conhecimento nativo tem sido uma referência importante para reavaliar os paradigmas dos modelos coloniais e agrícolas de desenvolvimento e servir de base ao desenho de novos modelos alternativos. Diversos grupos indígenas da Amazônia Matogrossense praticam uma agricultura bastante adaptada às condições ambientais, e por isso preservam os recursos naturais e vem se reproduzindo ao longo de muitas centenas de anos, garantindo a reprodução do grupo, sem agredir o meio ambiente. O sistema agrícola adotado é produto de  muitos anos de experimentação e aprendizagem e encerram um profundo conhecimento sobre o solo, a sucessão da vegetação, os consórcios florestais, os usos das plantas, o domínio do território e o profundo conhecimento da biodiversidade. . A baixa densidade demográfica, aliada a um conjunto de práticas agrícolas adaptadas ao meio, faz com que a agricultura dos índios Katitaurlu seja atualmente um exemplo econômico, social e ambiental.

Palavras chaves: crescimento urbano, problemas socioespaciais, qualidade de vida.

ABSTRACT

The scientific analysis of the native knowledge has been being an important reference to evaluate the paradigms of the colonial and agricultural models of development and to serve of base to the drawing of new alternative models. Several indigenous groups of Amazônia Matogrossense practice an agriculture enough adapted to the environmental terms, and because of this they preserve the natural resources and comes reproducing itself along many hundreds of years’, guaranteing the reproduction of the group, without attacking the environment. The adopted agricultural system is experimentation and learning lots of years product and contain a profound knowledge on the soil, the succession of the vegetation, the forest consortiums, the uses of the plants, the domain of the territory and the profound knowledge of the  biodiversity. The low demographic density, allied to a set of agricultural practices adapted to the half, makes the agriculture of the Indian Katitaurlu is nowadays an example economic, social and environmental.

Key words: speedy growth, social-spatial problems, quality of life.

How to Cite
ALMEIDA NETO, Prudente Pereira de. OS SISTEMAS AGROFLORESTAIS DOS KATITAURLU: território dos saberes, Geografia da biodiversidade (the agriforest systems of Katitaurlu: territory of knowledge, geography and biodiversity). Mercator, Fortaleza, v. 3, n. 5, nov. 2008. ISSN 1984-2201. Available at: <http://www.mercator.ufc.br/mercator/article/view/137>. Date accessed: 30 mar. 2020.
Section
ARTICLES