NATURAL CONDITIONS FOR THE SEA SALT PRODUCTION IN BRAZIL

  • Marco Túlio Mendonça Diniz Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • FÁBIO PERDIGÃO VASCONCELOS Universidade Estadual do Ceará

Abstract

Rio Grande do Norte and Ceará stand out among the largest producers of sea salt in Brazil. The entire production of Rio Grande do Norte and much of the production of sea salt of Ceará come from a stretch of concave coastline in relation to the Atlantic called Concave Excerpt of semiarid Brazilian East Coast. This section presents climatic characteristics providing increased productivity to salt activity. This study presents data from the natural dynamic of constraints that influence the productive potential of a salt-development. After analysis, it was found that the areas of fluvial-marine plains of Mossoró and Açu rivers and tidal flat in Galinhos-Guamaré are those with the highest potential for production of sea salt in Brazil. The great vocation of these areas for the production of sea salt is due to the following factors: the soils are less permeable; the longshore transport of sediments and also the siltation of estuaries by the dunes are not important; natural water salinity is higher due to its greater confinement on the continent; and being larger the deposit of sediments of silt and clay fractions.

Author Biographies

Marco Túlio Mendonça Diniz, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
 Doutorado (2013) em Geografia pela UECE. Atualmente é Professor Adjunto da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e pesquisador do Grupo de Pesquisa Gestão Integrada da Zona Costeira - LAGIZC, CNPq e Universidade Estadual do Ceará. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Física, atuando principalmente nos seguintes temas: Geografia Costeira, Gestão Integrada da Zona Costeira, Análise Ambiental Integrada, Geomorfologia e Meio Ambiente.
FÁBIO PERDIGÃO VASCONCELOS, Universidade Estadual do Ceará
Doutorado em Ciências da Terra com ênfase em Oceanografia Ambiental Costeira pelo Instituto de Ciências e Técnicas da Universidade de Nantes na França (1992) e Pós-Doutorado em Geografia na área de Gestão Integrada da Zona Costeira no Laboratório de Geografia, Litoral e Mar do Instituto de Geografia e Planejamento Regional da Universidade de Nantes na França (2003). Professor Associado da Universidade Estadual do Ceará, atuando na Graduação em Geografia com a Disciplina de Oceanografia. Fundador e Professor Permanente do Mestrado e Doutorado em Geografia da UECE (Nota 4 CAPES) com as disciplinas de Gestão Integrada da Zona Costeira e Seminários de Tese. Atua nas Especializações em Planejamento e Gestão Ambiental, e Turismo e Meio Ambiente da UECE com as disciplinas de Dinâmica de Sistemas Litorâneos e Impactos Sócioambientais do Turismo Litorâneo. Atualmente é Coordenador do Mestrado Profissional em Turismo da UECE e Professor Convidado do Mestrado e Doutorado em Turismo da Universidade do Vale do Itajai ? UNIVALI. Coordenador e Líder do Grupo de Pesquisa Gestão Integrada da Zona Costeira (LAGIZC), certificado pela UECE e cadastrado no CNPq. Tem experiência profissional e publicações de livros, artigos científicos e trabalhos técnicos na área ambiental costeira com ênfase em gestão integrada, análise de impactos ambientais, perícia ambiental, oceanografia costeira, dinâmica costeira, poluição ambiental e impactos do turismo litorâneo.
Published
08/05/2017
How to Cite
DINIZ, Marco Túlio Mendonça; VASCONCELOS, FÁBIO PERDIGÃO. NATURAL CONDITIONS FOR THE SEA SALT PRODUCTION IN BRAZIL. Mercator, Fortaleza, v. 16, may 2017. ISSN 1984-2201. Available at: <http://www.mercator.ufc.br/mercator/article/view/1384>. Date accessed: 29 mar. 2020. doi: https://doi.org/10.4215/rm2017.e1613b.
Section
ARTICLES

Keywords

Sal marinho; costa semiárida; produção mineral; Sel de mer, Côte Semi-Aride du Brésil, Restrictions Naturels; Sea salt; Semiarid Brazilian Coast, Natural Conditions.