A VULNERABILIDADE DA URBANIZAÇÃO DO CENTRO SUL DO BRASIL FRENTE À VARIABILIDADE CLIMÁTICA (central southern Brazil urbanization vulnerability and its relationship with climatic variability)

  • Magaly Mendonça UFSC

Abstract

Este trabalho teve por objetivo refletir sobre os desastres naturais pluviométricos ocorridos no Brasil, abordando não somente o fenômeno climático em si, mas, os fatores que em conjunto causam as catástrofes. A discussão em torno de mudanças climáticas tem subestimado a importância das variabilidades multidecadais que podem revolucionar a forma como fazemos a climatologia e planejamentos de longo prazo. A urbanização tem sido reconhecida como um dos principais componentes para que eventos climáticos tornem-se desastres naturais. Assim buscou-se também um pouco de sua evolução histórica no Rio de Janeiro, São Paulo e Florianópolis para contextualizar as condições de vulnerabilidade em que se encontra grande parte da população brasileira. De fato, o crescimento e a expansão urbana ocorrem sem a consideração das  naturais restrições da superfície terrestre e da recorrência das variabilidades climáticas, aumentando  a vulnerabilidade de grande parte da população.  

Palavras-chave: Inundação, urbanização, variabilidade climática, vulnerabilidades.

ABSTRACT
The aim of this work is to review pluviometric natural disasters which have occurred in Brazil, addressing not only the climatic phenomenon, but also the joining factors that cause them. The discussion about climate change has underestimated the importance of multidecadal variability that could revolutionize the way that long term climatology and plans are done. Urbanization has been recognized as a key component for the transformation of weather events into natural disasters. Historical development of Rio de Janeiro, São Paulo and Florianopolis has been considered to contextualize vulnerability conditions in which a large part of the Brazilian population lives. In fact, urban growth and sprawl occur without consideration of natural constraints of land surfaces and climate variability, increasing the vulnerability of much of the population.

Key words: Flooding, urbanization, climate variability, vulnerabilities.


RÉSUMÉ
Cette étude vise réfléchir sur les inondations qui se sont produites au Brésil, en analysant non seulement le phénomène climatique lui-même, mais l’ensemble des facteurs qui ont étés responsables par les catastrophes. La discussion sur le changement climatique ont sous-estimé l’importance de la variabilité muiltidecenais, ce que peut révolutionner la façon d’exercer la climatologie et la planification à long terme.  L’urbanisation est l’élément clé pour que phénomènes météorologiques soient considérés des catastrophes naturelles. Nous avons donc étudié un peu le développement urbain à Rio de Janeiro, SãoPaulo et Florianópolis pour mettre dans le contexte les conditions de vulnérabilité dans lesquelles une grande partie de la population est soumise. En fait, la croissance et l’étalement urbain se produisent sans tenir compte les vulnérabilités naturelles de surface de la terre et la récurrence des variabilités du climat, ce que rend vulnérable une grande partie de la population. 

Mots-clé: Inondations, l’urbanisation, les vulnerabilités, variabilité du climat.


DOI: 10.4215/RM2010.0901.0009  

Author Biography

Magaly Mendonça, UFSC
Doutora em Geografia (Geografia Física) pela Universidade de São Paulo (2002). Atualmente como professora associada é Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Santa Catarina e membro do corpo editorial de Cadernos Geográficos (UFSC) e Revista Brasileira de Climatologia (ABCLIMA). Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Climatologia Geográfica, atuando principalmente nos seguintes temas: climatologia, circulação atmosférica, anomalia pluvial, clima regional e urbano e desastres naturais. Coordena o Laboratório de Climatologia Aplicada (LABCLIMA) e é membro do Grupo de Estudos de Desastres Naturais (GEDN) e da Associação Brasileira de Climatologia (ABCLIMA). Atua no Programa de pós-graduação em Geografia nas linhas de pesquisa Análise Ambiental e Processos Educativos em Geografia. Participa ainda do Grupo de Pesquisa do Núcleo de Pesquisa e Ensino de Geografia da UFSC (NEPEGEO).
How to Cite
MENDONÇA, Magaly. A VULNERABILIDADE DA URBANIZAÇÃO DO CENTRO SUL DO BRASIL FRENTE À VARIABILIDADE CLIMÁTICA (central southern Brazil urbanization vulnerability and its relationship with climatic variability). Mercator, Fortaleza, v. 9, n. 1, p. 135 a 151, jan. 2011. ISSN 1984-2201. Available at: <http://www.mercator.ufc.br/mercator/article/view/537>. Date accessed: 28 mar. 2020.