INDICADORES AMBIENTAIS E DOENÇAS RESPIRATÓRIAS EM CRIANÇAS (environmental indicators and respiratory diseases in children)

  • Amaury de Souza Universidade Federal De Mato Grosso do Sul
  • Elaine Schujmann Universidade Federal do Rio Grande do SUl
  • Jandyra M. G. Fachel Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Widinei A Fernandes Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Abstract

Investigar os efeitos causados pela poluição atmosférica, ozônio, na morbidade por doenças respiratórias em crianças entre 2005 e 2008. Foram obtidos os dados diários de atendimentos por doenças respiratórias para crianças em unidades de saúde no Sistema Único de Saúde (SUS) no município de Campo Grande. Níveis diários de concentração de ozônio foram obtidos com o Departamento de Física da UFMS. Dados diários de temperatura e umidade relativa do ar foram fornecidos pela Empresa de Pesquisa Agropecuária-Gado de Corte. Para verificar a relação existente entre doenças respiratórias e concentração de ozônio, realizaram-se análise descritiva das variáveis quantitativas descritas por meio de tendência central (média, mediana) e de dispersão (desvio padrão) e o coeficiente de variação (CV) e posteriormente modelagem via Modelos Lineares Generalizados (MLG) utilizando o Modelo Múltiplo de Regressão de Poisson.  Os resultados sugerem que a concentração de ozônio de superfície promove efeitos adversos para a saúde das crianças, mesmo quando os níveis do poluente está  aquém do que determina a legislação.

Palavras chave: Poluição do ar, Saúde infantil (saúde pública), Doenças respiratórias.

ABSTRACT

To assess the effects of air pollution levels on respiratory morbidity among children from 2005 and 2008. Data were obtained from daily visits for respiratory diseases for children in health units in the Unified Health System (SUS) in the municipality of Campo Grande, MS, Brazil. Daily levels of ozone concentration were obtained from the Department of Physics, UFMS. Daily measurements of temperature and relative humidity were provided by the Agricultural Research Corporation-Embrapa Gado de Corte-MS. To assess the relationship between respiratory diseases and ozone concentration were carried out descriptive analysis of quantitative variables described by means of central tendency (mean, median) and dispersion (standard deviation) and coefficient of variation (CV) and later via modeling Generalized Linear Models (GLM) using the model of multiple Poisson regression. The results suggest that the surface ozone concentration promotes adverse effects on children’s health even when pollutant levels below what is required by law.

Key words: Air pollution, Child health (public health), Respiratory diseases.

RESUMEN

Investigar los efectos causados por la polución atmosférica, ozono, en la morbidez por enfermedades respiratorias en niños entre 2005 y 2008. Fueron obtenidos los datos diarios de atención por enfermedades respiratorias para niños en unidades de salud en el Sistema Único de Salud (SUS) en el municipio de Campo Grande. Niveles diarios de concentración de ozono fueron obtenidos con el Departamento de Física de la UFMS. Datos diarios de temperatura y humedad relativa del aire fueron fornecidos por la Empresa de Pesquisa Agropecuaria-Ganado de Corte. Para verificar la relación existente entre enfermedades respiratorias y concentración de ozono,  se realizaron análisis descriptivo de las variables cuantitativas descriptas por medio de tendencia central (media, mediana) y de dispersión (desvío patrón) y el coeficiente de variación (CV) y posteriormente modelaje vía Modelos Lineares Generalizados (MLG) utilizando el Modelo Múltiple de Regresión de Poisson.  Los resultados indican que la concentración de ozono de superficie promueve efectos adversos para la salud de los niños, aun cuando los niveles del contaminante está inferior al que determina la legislación.

Palabras clave: Polución del aire, Salud infantil, Enfermedades respiratorias. 
DOI: 10.4215/RM2013.1227.0008

Author Biographies

Amaury de Souza, Universidade Federal De Mato Grosso do Sul
Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Ambientais-UFMS
Cx. Postal 549, CEP 79070-900, Campo Grande (MS) – Brasil
Tel.: (67) 3345-7038
Elaine Schujmann, Universidade Federal do Rio Grande do SUl
Mestrado em Epidemiologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul-UFRGS
Cx Postal 15080,CEP 90035-003 - Porto Alegre/RS, Brasil (51) 3308-5620 
Jandyra M. G. Fachel, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Instituto de Matemática, Departamento de Estatística-UFRGSCx Postal 15080, CEP 91501970 - Porto Alegre, RS – BrasilTelefone: (51) 33166179
Widinei A Fernandes, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Ambientais-UFMS
Cx. Postal 549, CEP 79070-900, Campo Grande (MS) – Brasil
Tel.: (67) 3345-7000
Published
20/02/2013
How to Cite
SOUZA, Amaury de et al. INDICADORES AMBIENTAIS E DOENÇAS RESPIRATÓRIAS EM CRIANÇAS (environmental indicators and respiratory diseases in children). Mercator, Fortaleza, v. 12, n. 27, p. 101 a 109, feb. 2013. ISSN 1984-2201. Available at: <http://www.mercator.ufc.br/mercator/article/view/747>. Date accessed: 30 mar. 2020.
Section
ARTICLES

Keywords

Poluição do ar, efeitos adversos. Saúde infantil (saúde pública). Doenças respiratórias. Série de tempo.