ESPAÇO E AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DOS MORADORES DE PRÉ-ASSENTAMENTO EMILIANO ZAPATA (space and social representations of the residents from pre-settlement Emiliano Zapata)

  • Fernando Bertani Gomes Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Joseli Maria Silva Universidade Estadual de Ponta Grossa

Abstract

 

A pesquisa tem como objetivo compreender o espaço do Pré-assentamento e sua relação com as representações sociais construídas pelos seus moradores. O espaço geográfico é um elemento componente das representações, ao mesmo tempo em que é alvo delas. Nesse sentido, foram realizadas onze entrevistas com pessoas que vivenciam o assentamento em foco por meio de entrevistas semi-estruturadas. A análise das entrevistas foi realizada por meio da metodologia de análise de conteúdo e a escola moscoviciana, bem como a nova Geografia Cultural foram os suportes epistemológicos da investigação.  O pré-assentamento apresenta-se como um espaço de pressão a mudanças, dialogando aspectos multi-escalares, entre as propostas organizativas do MST e as múltiplas práticas espaciais das famílias que formam o assentamento.

Palavras-Chave: Espaço; Assentamento; Representações Sociais; Geografia Cultural.  

ABSTRACT

This research aims to understand the space of the settlement and its relation with the social representations compounded by its residents. The geographic space is a component element of representations, at same time that is its target. Thus, by structured interviews were made eleven interviews with people that live the settlement. The analysis of interviews was made by content analysis methodology and Moscovician School, as well as the new Cultural Geography were the supports epistemological of research. The settlement if show as a space of pressure and change and there is a dialog of multi-scalar aspects between the proposed organizational of MST and multiple spatial practices of the families who make up the settlement.

Key words:  Space, Settlement, Social Representations, Cultural Geography.

RESUMEN

La investigación tiene como objetivo comprender el espacio del asentamiento y su relación con las representaciones sociales construidas por sus habitantes. El espacio geográfico es un elemento componente de las representaciones, al mismo tiempo que los recibe. Así se realizaron once entrevistas con las personas que experimentan el asentamiento en el foco a través de entrevistas semis-estructuradas. El análisis de los datos se realizó utilizando la metodología de análisis de contenido y la escuela de Moscovici, así como la nueva Geografía Cultural fueron los fundamentos epistemológicos de la investigación. El asentamiento aparece como un espacio de presión para cambios y hay un cuadro de diálogo de aspectos multi-escalar entre la organización propuesta del MST y múltiples prácticas espaciales de las familias que componen el asentamiento.

Palabras-claves: Espacio, Asentamiento, Representaciones Sociales, Geografía Cultural.

DOI: 10.4215/RM2013.1227.0002

 

Author Biographies

Fernando Bertani Gomes, Universidade Estadual de Ponta Grossa
Bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, Mestre em Gestão do Território pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual de Ponta Grossa
Joseli Maria Silva, Universidade Estadual de Ponta Grossa
Profª Drª do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual de Ponta Grossa – Avenida Carlos Cavalcanti, 4.748, CIPP, sala LP 111, Uvaranas, CEP: 84030-900, Ponta Grossa (PR) – Brasil, Tel:(+55 42) 3220-3155
Published
08/02/2013
How to Cite
GOMES, Fernando Bertani; SILVA, Joseli Maria. ESPAÇO E AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DOS MORADORES DE PRÉ-ASSENTAMENTO EMILIANO ZAPATA (space and social representations of the residents from pre-settlement Emiliano Zapata). Mercator, Fortaleza, v. 12, n. 27, p. 25 a 38, feb. 2013. ISSN 1984-2201. Available at: <http://www.mercator.ufc.br/mercator/article/view/858>. Date accessed: 02 apr. 2020.
Section
ARTICLES

Keywords

Espaço; Assentamento; Representações Sociais; Geografia Cultural