O RACIOCÍNIO ESPACIAL NA ERA DAS TECNOLOGIAS INFORMACIONAIS (spatial reasoning in the age of informational technologies)

  • Valdenildo Pedro da Silva Centro Federal de Educação Tecnológica do Rio Grande do Norte

Abstract

No mundo contemporâneo, ou, mais precisamente, nesta era da informação instantânea e simultânea, o raciocínio geográfico tem se destacado e, simultaneamente, se alterado por meio de novos aspectos sociais e tecnológicos. O presente estudo foi realizado com dezenove docentes integrantes de vários cursos de formação de professor de geografia de instituições públicas e privadas de diversas regiões do Brasil. Esses docentes têm utilizado as novas tecnologias e/ou pesquisado e produzido trabalhos a respeito delas no ensino de geografia. Diante disso, perseguimos o estudo na busca de se responder a  eguinte indagação: novas tecnologias e raciocínio espacial: mas o que isso tem a ver? As tecnologias atuais, como veículos de informações, não têm a finalidade de desenvolver o “saber pensar o espaço” ou de realizar o “raciocínio espacial”, mas mesmo sem essa finalidade as pessoas aprendem geografia, pensam com a presença dessas tecnologias. O ensino de geografia contribuiu para a formação de diversas pessoas por meio do desenvolvimento do raciocínio espacial realizado em duas diferentes escalas, do local ao global, mostrando articulações entre os diversos níveis de abstração, desde o espaço do trabalho até sua inserção em uma sociedade que se internacionaliza de maneira acelerada.

Palavras chave: Raciocínio espacial, novas tecnologias, ensino de Geografia.

ABSTRACT

In the world contemporary, or, more necessarily, in this age of the instantaneous and simultaneous information, the geographic reasoning if has detached e, simultaneously, if modified by means of new social and technological aspects. The present study it was carried through with nineteen integrant professors of some courses of formation of professor of geography of public and private institutions of diverse regions of Brazil. These professors have used the new technologies and/or searched and produced works the respect of them in the geography education. Ahead of this, we pursue the study in the search of if answering the following investigation: new technologies and space reasoning: but what this has to see? The current technologies, as vehicles of information, do not have the purpose to develop “to know to think the space” or to carry through the “space reasoning”, but exactly without this purpose the people learn geography, think with the presence of these technologies. The geography education contributed for the formation of diverse people by means of the development of the carried through space reasoning in two different scales, of the place to the global one, showing joints between the diverse levels of bstraction, since the space of the work until its insertion in a society that if it internationalizes in sped up way.

Key words: Space reasoning, new technologies, Geography

teaching.

How to Cite
SILVA, Valdenildo Pedro da. O RACIOCÍNIO ESPACIAL NA ERA DAS TECNOLOGIAS INFORMACIONAIS (spatial reasoning in the age of informational technologies). Mercator, Fortaleza, v. 5, n. 9, nov. 2008. ISSN 1984-2201. Available at: <http://www.mercator.ufc.br/mercator/article/view/86>. Date accessed: 02 apr. 2020.
Section
ARTICLES