PENSAR O TERRITÓRIO E A REGIÃO: por que uma agenda de desenvolvimento regional (thinking about territory and region: a regional development agenda)

  • Claudio Antonio Gonçalves Egler Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro (RN)
  • Vagner de Carvalho Bessa Fundação SEADE, SãoPaulo (SP)
  • André de Freitas Gonçalves Prefeitura Municipal de São Paulo, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, São Paulo (SP)

Abstract

No cenário contemporâneo, em que há fortes evidências de que a economia global esteja se orientando progressivamente para a valorização do conhecimento e dos serviços especializados como fonte de renda e emprego, vemos se delinear uma nova geometria espacial entre as cidades em escala global, assim como entre os diversos centros em escala nacional e regional. Os fluxos de capitais e informações circulam em velocidade acelerada entre firmas situadas em distintas localizações, ao mesmo tempo em que as distâncias relativas no interior das grandes metrópoles se tornam  cada vez maiores, em função dos congestionamentos e da crescente segregação sócio-espacial entre os seus subcentros urbanos. Nesse contexto, sustenta-se que a importância de uma agenda de desenvolvimento regional está em sua capacidade de incorporar o planejamento territorial prospectivo como instrumento para construir vias de dinamização do potencial das regiões que valorizem suas componentes endógenas, de forma a possibilitar uma negociação pactuada entre os agentes públicos e privados no sentido de promover três princípios básicos: a coesão territorial, a policentralidade e a sustentabilidade.

Palavras-chave: Prospectiva territorial, Desenvolvimento regional, Coesão territorial, Policentralidade, Sustentabilidades.

ABSTRACT

In the contemporary scenario, where there are strong evidences that the global economy is gradually moving to the enhancement of knowledge and specialized services as a source of income and employment, we delineate a new spatial geometry between cities on global scale, as well as among several centers nationwide and regionally. Capital and information flows in accelerated speed between firms situated in different locations at the same time as the relative distances within the large cities are becoming larger due to congestion and increasing socio-spatial segregation among its urban sub centers. In this context, it is argued that the importance of a regional development agenda is in ability to incorporate prospective territorial planning as a tool to build through boosting potential of the regions that value their endogenous components in order to facilitate a negotiated agreement among the public and private actors to promote three basic principles: territorial cohesion, the polycentricity and the sustainability.

Key words: Territorial foresight, Regional development, Territorial cohesion, Polycentricity, Sustainability.

RESUME

Dans le scénario actuel, où il ya des preuves solides que l’économie mondiale se déplace progressivement vers l’amélioration des connaissances et des services spécialisés comme source de revenus et d’emplois, nous délimiter une nouvelle géométrie spatiale entre les villes à l’échelle mondiale, ainsi que entre plusieurs centres dans tout le pays et au niveau régional. Les flux de capitaux et les flux d’information en vitesse accélérée entre les entreprises situées dans des endroits différents en même temps que les distances relatives dans les grandes villes sont de plus en plus grande, en raison de la congestion et l’augmentation de ségrégation socio-spatiale au sein de son centres secondaires urbaines. Dans ce contexte, il est soutenu que l’importance d’un programme de développement régional réside dans sa capacité à intégrer la planification territoriale prospective comme un outil pour construire des routes stimuler le potentiel des régions qui valorisent leurs composantes endogènes afin de faciliter un accord négocié entre les les acteurs publics et privés afin de promouvoir trois principes de base: la cohésion territoriale, le polycentrisme et la durabilité.

Mots-Clés: Prospective territoriale, Développement régional, Cohésion territorial, Sustainabilities et polycentricité.


DOI:

Author Biographies

Claudio Antonio Gonçalves Egler, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro (RN)
Doutor em Economia pela Universidade Estadual de Campinas (1993). Tem experiência nas áreas de Geoeconomia, Desenvolvimento Regional e Gestão do Território, tendo realizado estudos e pesquisas sobre a América do Sul, a Zona Costeira Brasileira, Nordeste semiárido e bioenergia. Professor do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Bolsista Prtodutividade do CNPq
Vagner de Carvalho Bessa, Fundação SEADE, SãoPaulo (SP)
Mestre em Geografia pela Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas Usp (1994). Atualmente é analista de projetos da Fundação Seade e doutorando do Instituto de Economia da UNICAMP.
André de Freitas Gonçalves, Prefeitura Municipal de São Paulo, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, São Paulo (SP)
Mestre em Geografia pela Universidade de São Paulo (USP). Atualmente é supervisor técnico - Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Humana, atuando principalmente nos seguintes temas: geográfia urbana, geografia economica, cartografia temática, planejamento urbano e regional.
Published
10/08/2013
How to Cite
EGLER, Claudio Antonio Gonçalves; BESSA, Vagner de Carvalho; GONÇALVES, André de Freitas. PENSAR O TERRITÓRIO E A REGIÃO: por que uma agenda de desenvolvimento regional (thinking about territory and region: a regional development agenda). Mercator, Fortaleza, v. 12, n. 28, p. 7 a 17, aug. 2013. ISSN 1984-2201. Available at: <http://www.mercator.ufc.br/mercator/article/view/965>. Date accessed: 30 mar. 2020.
Section
ARTICLES

Keywords

prospectiva territorial, desenvolvimento regional, coesão territorial, policentralidade e sustentabilidades.