METHODOLOGY FOR GREEN AND BUILT VOLUME ANALYSIS

Abstract

Today, in some Brazilian cities, there is the possibility of using high-resolution data and automated classification
based on spectral bands. Thus, this article aims to evaluate the association of the NDVI(normalized
difference vegetation index) to the use of LiDAR, in order to analyze urban vegetation cover and the
changes of the local landscapes. It was observed that the association of the high spatial resolution of an
aerophotogrammetric image to the spectral response in the near infrared range allowed the vegetation to
be identified. This enabled the documentation, visualization and analysis of a location’s phenomenon,
facilitating the investigation of spatial relationships through representation by maps, charts, especially for
simulating possible spatial scenarios and thus permitting the evaluation of interventions and predictions to
be made, assisting projects or proposed laws and urban parameters.

Keywords: LIDAR; NDVI; Remote sensing; Green areas; Urban management; Pampulha.

Author Biographies

Italo Sousa de Sena, Universidade Federal de Minas Gerais

Licenciado em Geografia pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). Integrou o quadro de pesquisadores do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação á Docência (PIBID-CAPES) no Departamento de Geociências da UFSJ e trabalhou com a temática de planejamento e manejo de trilhas no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica (PIBIC) fomentado pela FAPEMIG, atuando também como coordenador e sócio fundador do Vertentes Espeleogrupo (VEG). Mestre em Análise e Modelagem de Sistemas Ambientais pelo IGC - UFMG e atualmente aluno de doutorado em Geografia também pelo IGC - UFMG

Pedro Benedito Casagrande, Universidade Federal de Minas Gerais

Graduado em Geologia pela UFMG, experiência em Geoprocessamento, Geodesign, Geologia de Engenharia, Mapeamentos, Descrição de laminas e Geoestatística. Meste pelo Departamento de Geografia da UFMG. Pesquisador do Laboratório de Geoprocessamento da Escola de Arquitetura da UFMG. Linha de pesquisa em Paisagismo Geológico, Geodesign e Geoprocessamento do Quadrilátero Ferrífero. Atualmente aluno de Doutorado em Geologia - UFMG.

Nicole Andrade Rocha, Universidade Federal de Minas Gerais

Formada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Juiz de fora/ UFJF (2012), pós graduada em Arquitetura de Interiores/ UFJF (2014) e Mestre em Ambiente Construído pela mesma instituição / PROAC (2015), na qual iniciei meus estudos sobre as áreas verdes urbanas. Atualmente sou aluna de Doutorado em Arquitetura e Urbanismo NPGAU/ UFMG, onde ingressei em agosto/2015. Em 2017, fiz meu doutorado sanduíche na Republica Tcheca para aprimorar meus estudos sobre as áreas verdes urbana e infraestrutura verde. Minhas áreas de interesse estão ligados a preservação, valorização e manutenção das áreas verdes urbanas, através do uso de tecnologia da geoinformação, que permitem identificar, classificar e analisar essas áreas, buscando garantir qualidade de vida para população urbana.

Bráulio Magalhães Fonseca, Universidade Federal de Minas Gerais

Professor Adjunto do Departamento de Cartografia do IGC/UFMG. Doutor em Geografia/Análise Ambiental e Mestre em Geografia/Análise Ambiental pelo IGC/UFMG. Tem experiência em Avaliação de Impacto Ambiental em empreendimentos de mineração, logística e hidroenergia, tem experiência em Planos Diretores e Planos de Manejo, levantamento planialtimétrico, cadastro urbano, cadastro rural e cadastro 3D. Atua nas áreas de Cartografia, Sensoriamento Remoto, Geodesign, Geomorfologia, Planejamento Urbano e Regional.

Ana Clara Mourão Moura, Universidade Federal de Minas Gerais

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Minas Gerais, Especialização em Planejamento Territorial e Urbano pela PUC-MG e Universidade de Bologna, Mestrado em Geografia (Organização Humana do Espaço) pela Universidade Federal de Minas Gerais e Doutorado em Geografia (Geoprocessamento) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Pós-Doutorado no Politecnico di Torino (POLITO), Pós-Doutorado na Università Degli Studi di Bologna (UNIBO), Itália. Atualmente é Professor Associado da Universidade Federal de Minas Gerais, Departamento de Urbanismo, e coordena o Laboratório de Geoprocessamento da Escola de Arquitetura. Tem experiência na área de Urbanismo e Geociências, com ênfase em Análise Espacial, Sistemas de Informações Geográficos, Representação Cartográfica, Diagnóstico Ambiental Urbano, Gestão Espacial de Patrimônio Histórico e Paisagístico. Orienta Mestrado e Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo (NPGAU-EA-UFMG) e no Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGG-IGC-UFMG). Atua principalmente nos seguintes temas: geoprocessamento, cartografia, paisagem, patrimônio cultural, análise ambiental e análise urbana. Coordenadora do grupo de pesquisa CNPq: "Geoprocessamento na Gestão da Paisagem Urbana e Ambiental".

References

ANTROP, Marc. Landscape change and the urbanization process in Europe. Landscape and Urban Planning
v. 67, n. 1-4, p. 9–26 , 2004.
BENEVOLO, L. A cidade e o Arquiteto. São Paulo: Perspectiva, 2004.
BESSA, Kelly Cristina, SOARES, Beatriz Ribeiro. Novas espacialidades urbano-regionais perante a expansão
do meio técnico-científico-informacional. Mercator v. 2, n. 4, p. 19–34, 2003.
BRASIL. Estatuto da Cidade: Lei 10.257 de 10 de julho de 2001. 3. ed. Brasília: Câmara dos Deputados,
Edições Câmara, 2010.
Mercator, Fortaleza, v. 17, e17021, 2018 13/13
www.mercator.ufc.br
Methodology for Green and Built Volume Analysis
DUPAGNE, A., HÉGRON, G. Introduction, Architectural and Urban Ambient Environment: First International
Workshop, Nantes, France, L’Écoled’Architecture de Nantes, 2002.
FREIRE, N. C. F., PACHECO, A. P. Aspectos da detecção de áreas de risco à desertificação na região de
Xingó. XII. Paperpresentedat Simpósio brasileiro de sensoriamento remoto. Anais, INPE, Brasil.
GIONGO M., KOEHLER, Henrique S., MACHADO, Sebastião do A., KIRCHNER, Flavio F., MARCHETTI,
Marco. LiDAR. Pesquisa Florestal Brasileira, Colombo, v.30, n. 63, p. 231-244, 2010.
HOUGHTON, R. A. The Worldwide Extent of Land-use Change. BioScience v. 44, n. 5, p. 305–313 , 1994.
Revised June 2015.
LOBODA, Carlos Roberto et al. Áreas Verdes Públicas Urbanas. Revista Ambiência, v. 1, n. 1, 2005.
LYNCH, Kevin. A imagem da cidade, 3ª Ed. São Paulo, editora Martins Fontes, 2011.
MASCARÓ, L., MARCARÓ, J. J. Ambiêncie Urbana-UrbanEnvironment. 3ª ed. Porto Alegre: Masquatro
Editora, 2009.
MOONS, T., 1997. Report on the Joint ISPRS Commission III/IV Workshop “3D Reconstruction and
Modelling of Topographic Objects”, Stuttgart, Germany http://www.radig.informatik.tu-muenchen.de/
ISPRS/WG-III4-IV2-Report.html(28 Sep. 1999).
MYNENI, R.B. and Hall, F.G. and Sellers, P.J. and Marshak, A.L. The interpretation of spectral vegetation
indexes. IEEE Transactions on Geoscience and Remote Sensing, v.33, p.481-486, 1995.
RAFIEE, A., Dias, E., Koomen, E. Local impact of tree volume on nocturnal urban heat island: A casestudy
in Amsterdam. Urban Forestry & Urban Greening, v.16, p. 50-61, 2016.
RIBAS, Rodrigo P., MOURA, Ana Clara M., CARVALHO, Grazielle A., FONSECA, Bráulio M. Proposição
metodológica de extração de altimetria em edificações utilizando dados LiDAR com vista a
estudos volumétricos de coeficiente de aproveitamento.SELPER - La Geoinformacion al Servicio de
la Sociedad, 2014.
ROUSE, J.W., HAAS, R.H., SCHELL, J.A., DEERING, D.W. “Monitoring vegetation systems in the Great
Plains with ERTS”. Paper presented at Third Symposium of ERTS, Greenbelt, Maryland, USA. NASA
SP-351, V1:309-317.
TOMÁS, Lívia, FONSECA, Leila, ALMEIDA, Cláudia, LEONARDI, Fernando, PEREIRA, Madalena.
Urban population estimation based on residential buildings volume using IKONOS-2 images and lidar data,
International Journal of Remote Sensing, 37:sup1, 1-28, 2016. DOI: 10.1080/01431161.2015.1121301.
SOUZA, Guilherme H. B., AMORIM, Amilton. LiDAR data integration for 3D Cadastre: some experiences
from Brazil. FIG Working Week 2012: Knowing to manage the territory, protect the environment, evaluate
the cultural heritage. Rome, Italy, 6-10 May, 2012.
Published
25/09/2018
How to Cite
SENA, Italo Sousa de et al. METHODOLOGY FOR GREEN AND BUILT VOLUME ANALYSIS. Mercator, Fortaleza, v. 17, sep. 2018. ISSN 1984-2201. Available at: <http://www.mercator.ufc.br/mercator/article/view/e17021>. Date accessed: 03 july 2020. doi: https://doi.org/10.4215/rm2018.e17021.
Section
ARTICLES

Keywords

LIDAR; NDVI; Uso remoto; Áreas verdes; Gestão urbana; Pampulha