VULNERABILITIES, RISKS AND ENVIRONMENTAL JUSTICE IN A MACRO METROPOLITAN SCALE

Abstract

The historical process of socio-spatial (dis)organization and the dynamics of the Paulista Macrometropolis (MMP) present a great diversity of situations of urban environmental risks, understood as “dysfunctions” with the potential to generate processes that cause loss and damage to people, surrounding goods and infrastructures. The social construction of risks, linked to the unsustainable management of the urban environment, has, on its most perverse face, the proliferation and perpetuation of vulnerable groups situations of exclusion, victims of socio-spatial segregation that restrict the poorest populations to valley floors, floodplains and the steepest slopes. Therefore, we propose a review of the relationship between the
physical environment and infrastructure on urban management and the territorialization of socio-spatial conflicts related to environmental justice, considering the complexity of the MMP and the municipal disparities. 

Keywords: Vulnerability, Risks, Environmental Justice, São Paulo Macrometropolis.

Author Biographies

Kátia Canil, Universidade Federal do ABC, Santos (SP), Brasil

Doutora em Geografia (Geografia Física) pela Universidade de São Paulo (2006). Foi pesquisadora do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo de 1992 a 2013 e docente do curso de bacharelado em Geografia na Pontifícia Universidade Católica (PUC) no período de 2001 a 2010. Participou do projeto Sisters Watersheds (Bacias Irmãs) na Universidade de York, Toronto Canada, de agosto a dezembro de 2006. Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal do ABC - UFABC e integrante do grupo de pesquisa e vice-coordenadora do Laboratório de Gestão de Riscos da UFABC (LabGris). É colaboradora e afiliada da Associação Brasileira de Geologia de Engenharia e Ambiental - ABGE. Tem experiência na área de Geociências, atuando principalmente nos seguintes temas: processos do meio físico, mapeamentos e gestão de riscos, cartografia geotécnica e planejamento urbano.

Rodolfo Baêsso Moura, Universidade Federal do ABC, Santos (SP), Brasil

Doutorando e Mestre em Planejamento e Gestão do Território (2018), Engenheiro Ambiental e Urbano (2015) e Bacharel em Ciência e Tecnologia (2013) pela Universidade Federal do ABC - UFABC. Pesquisador no Laboratório de Gestão de Riscos - LabGRis da UFABC e do Projeto Temático Fapesp "Governança Ambiental da Macrometrópole Paulista face a variabilidade climática (2017-2022)" IEE-USP. Com passagem pelo setor público e trabalhando atualmente na revisão de metodologias para mapeamento de riscos, integrante do Grupo de Pesquisa (CNPq) de Gestão de Riscos da UFABC e da Sossé - Soluções Socioambientais. Com experiência em temas como: gestão de riscos socioambientais, desastres socioambientais, planejamento urbano, habitação, conflitos urbanos, mobilização social e permacultura.

Samia Nascimento Sulaiman, Universidade Federal do ABC

Pós-doutoranda em Planejamento e Gestão do Território, Universidade Federal do ABC. Pós-Doc em Ciências Ambientais, Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (SP), Doutora e Mestre em Educação (USP), Mestrado em Planejamento e Gestão de Riscos Naturais, Universidad de Alicante, Espanha. Graduação e Licenciatura em Letras (USP). Pesquisadora do Laboratório de Gestão de Risco (LabGRis), UFABC. Pesquisadora do Projeto Temático FAPESP "Governança Ambiental da Macrometrópole Paulista (2017-2022), IEE-USP. Colaboradora no Centro Regional de Mudanças Climáticas e Tomada de Decisão (UNITWIN). Experiência em Pesquisa, Extensão e Consultoria, com publicações científicas e materiais educativos, em Educação Ambiental, Sustentabilidade, Mobilização social, Gestão de Riscos, Participação Social. Experiência como docente nos ensino fundamental, médio, técnico e superior.

Pedro Henrique Campello Torres, Universidade de São Paulo

Cientista Social e Planejador Urbano. Atualmente é Research Scholar na University of California Santa Barbara (UCSB) na Bren School of Environmental Science & Management. Pós-Doutorando, bolsista FAPESP, no Instituto de Energia e Ambiente (IEE) da Universidade de São Paulo (USP), pesquisador do Projeto Governança Ambiental na Macrometrópole Paulista face a vulnerabilidade climática. É Research Fellow do Earth System Governance Project e colaborador do INCLINE/USP INterdisciplinary CLimate INvestigation cEnter. Editor Executivo da Revista Ambiente & Sociedade http://www.scielo.br/revistas/asoc/pedboard.htm Experiência profissional em organizações do terceiro setor como Greenpeace, ITDP, ICLEI, entre outras, em projetos para área sustentável. Experiência como Assessor Técnico do Departamento de Planejamento Ambiental (DEPLAN) da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da Prefeitura de São Paulo - Secretário Executivo do Plano Municipal da Mata Atlântica.

Anna Luisa Abreu Netto, Universidade de São Paulo, São Paulo (SP), Brasil

Doutoranda em Ciência Ambiental na Universidade São Paulo (USP). Mestre em administração pela Universidade Federal da Bahia (2016 - 2018). MBA em Gestão Empresarial na Fundação Getúlio Vargas. Graduação em Direito pela Universidade Salvador (2007 - 2011). Aprovada no Exame de Ordem (OAB) em 2011. Integrante do grupo de pesquisa Governança Ambiental Global e Mercado de Carbono; Sub grupo Captura e armazenamento geológico de carbono. Integrante do projeto 26 do Research Center for Gas and Inovation (RCGI). Integrante da secretaria editorial da Revista Ambiente e Sociedade. Linhas de pesquisa: Percepção social de tecnologias relacionadas à transição energética e mudanças climáticas, incluindo CCS, armazenamento de energia, gas e energias renováveis.

Pedro Roberto Jacobi, Universidade de São Paulo

Possui graduação em Ciências Sociais (1973) e em Economia (1972) pela Universidade de São Paulo. Mestrado em Planejamento Urbano e Regional pela Graduate School of Design - Harvard University (1976), Doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (1986). Livre Docente em Educação -USP. Professor Titular do Programa de Pós Graduação em Ciência Ambiental (PROCAM/IEE/USP) da Universidade de São Paulo. Membro da Divisão Científica de Gestão, Ciência e Tecnologia Ambiental do Instituto de Energia e Ambiente/USP . Presidente da Comissão de Pós Graduação e Coordenador do PROCAM/USP 1998-2000 e 2010-2012). Coordenador do Grupo de Acompanhamento e Estudos de Govenança Ambiental - GovAmb/IEE. Membro do Conselho e Pesquisador do Nucleo de Pesquisa INCLINE INterdisciplinary CLimate INvestigation Center da USP. Coordenador do grupo de Estudos de Meio Ambiente e Sociedade do Instituto de Estudos Avançados da USP. Pesquisador Colaborador do IEA/USP junto ao Programa USP Cidades Globais. Membro do Conselho Estratégico do Programa USP Cidades Globais do Instituto de Estudos Avançados da USP. Coordenador do Projeto Temático (FAPESP- 2017-2022) Governança Ambiental da Macrometrópole Paulista face às Mudanças Climaticas. Pesquisador do projeto Res Nexus - Agua, Energia e Alimentação (FAPESP/NWO 2016-2019). Coordenador da equipe brasileira do Projeto Bluegrass - FAPESP/ANR (2014-2017).Pesquisador Produtividade CNPq. Foi Coordenador de Projeto Alfa da Comunidade Européia sobre Governança da Água na América Latina e Europa (2005-2009). Membro do Board Internacional do Instituto SARAS (South American Institute for Resilience and Sustainability Studies/Uruguai. Membro da Rede Unitwin- Centro Regional Cambio Climático y Toma de de Decisiones .Membro do Board do Instituto SARAS- Membro da Rede Waterlat. Presidente do Conselho do ICLEI-América do Sul. Membro do Conselho Diretor de Greenpeace Brasil desde 2014. Editor da revista Ambiente e Sociedade (ANPPAS). Membro do Conselho Editorial das revistas EURE (Santiago) (0250-7161), International Journal of Urban Sustainable Development,Organizações e Sociedade, Pesquisa em Educação Ambiental, Environmental Sociology. Foi presidente da ANPPAS (período 2000-2004). Foi membro do Conselho do Comite de Meio Ambiente e Sociedade da International Sociological Association-ISA (2010-2014). Membro da Diretoria Anppas 2019-2022 como Diretor de Publicações.

References

ACSELRAD, H. Justiça Ambiental e Construção Social do Risco. Desenvolvimento e Meio Ambiente, Ed. UFPR, Curitiba, v. 5, p. 49-60, 2002.
ACSERALD, H.; CAMPELLO, C.; BEZERRA, G. (orgs). O que é Justiça Ambiental? 1º. Ed. Rio de Janeiro: Garamond, 2009.
ALMEIDA, Lutiane Queiroz de. Por uma ciência dos riscos e vulnerabilidades na geografia (a science of the risks and vulnerabilities to geography). Mercator, Fortaleza, v. 10, n. 23, p. 83 a 99, nov. 2011. ISSN 1984-2201.
BECK, U. Risk Society: Towards a New Modernity, Londres, Sage, 1992.
BRASIL. Ministério das Cidades; Instituto de Pesquisas Tecnológicas. Mapeamento de riscos em encostas e margem de rios. Brasília: MC/IPT, 2007.
BOURDIEU, P. Meditações pascalianas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.
CANIL, K.; MYAMOTO, M. M.; FIGUEIRA, R. M.; TOMBETA, L. R. Gestão de riscos e desastres e a articulação com o Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado: ações para uma governança da Região Metropolitana de São Paulo. In: Encontro Nacional Anpur, 18., 2019, Natal. Anais..., Natal: Anpur, 2019.
EMPLASA - Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano S.A. Macrometrópole Paulista. Disponível em: . Acesso em: 10.10.2019.
EMPLASA. Rede urbana e regionalização do Estado de São Paulo. São Paulo, 2011.
EMPLASA. Plano de Ação da Macrometrópole Paulista. São Paulo, 2014.
FREY, K. Global city-region. The Wiley Blackwell Encyclopedia of Urban and Regional Studies. Edited by Anthony Orum. JohnWiley & Sons Ltd, 2019.
JACOBI, P. R.; SULAIMAN, S. N. Governança ambiental urbana em face das mudanças climáticas. Revista USP, n. 109, p. 133-142, 22 nov. 2016.
JACOBI, P. R., FREY, K, RAMOS, R, CORTES, P. ODS 6. ODS e a Macrometrópole Paulista. EDUFABC, 2020. [no prelo].
LENCIONI, S. Urbanização difusa e a constituição de megarregiões. O caso de São Paulo-Rio de Janeiro. E-metropolis, 22, (6-15), 2015.
MENDONÇA, Francisco de Assis. Riscos e vulnerabilidades socioambientais urbanos: a contingência climática. Mercator, Fortaleza, v. 9, n. 1, p. 153 a 163, jan. 2011.
MOURA, R. B.; CANIL, K.; SULAIMAN, S. N. Vulnerabilidade social, suscetibilidade e riscos de deslizamentos: Um estudo sobre a Macrometrópole Paulista. In: Encontro Nacional da ANPEGE, 13., 2019, São Paulo. Anais..., São Paulo: ANPEGE, 2019.
NOGUEIRA, F. R.; OLIVEIRA, V. E.; CANIL, K. Políticas públicas regionais para gestão de riscos: o processo de implementação no ABC, SP. Ambiente & Sociedade, São Paulo, v. 17, n. 4, p. 177-194, dez. 2014.
SANTOS, J. O. Relações entre fragilidade ambiental e vulnerabilidade social na susceptibilidade aos riscos. Mercator, Fortaleza, v. 14, n. 2, p. 75 - 90, sep. 2015.
SULAIMAN, S. N. Reflexão e ação: educar para uma cultura preventiva. In: SULAIMAN, S. N.; JACOBI, P. R. (orgs). Melhor prevenir: olhares e saberes para a redução de risco de desastre. São Paulo, IEE-USP, 2018.
SULAIMAN, S. N.; ALEDO, A. Desastres naturais: convivência com o risco. Estud. av., São Paulo, v. 30, n. 88, p. 11-23, dez. 2016.
TAVARES, J. Formação da macrometrópole no Brasil: Construção teórica e conceitual de uma região de planejamento. EURE, v.44, n.133, pp. 115-134, 2018.
TORRES, P. H. C.; RAMOS, R. F.; REGINA, L. G. Conflitos Ambientais na Macrometrópole Paulista: Paranapiacaba e São Sebastião. Ambiente & Sociedade., São Paulo, v. 22, e0101, 2019.
TORRES, P. H. C., RAMOS, R F., POLLACHI, A. A Macro metropolização em São Paulo: Reterritorialização, reescalonamento e a cidade-região. Cadernos Metrópole, vol.47, 2020.
TRAVASSOS, L.; MOMM, S.; TORRES, P. Apontamentos sobre Urbanização, Adaptação e Vulnerabilidades na MMP. In: TORRES, P.; JACOBI, P.; GONÇALVES, L.; BARBI, F. Governança e planejamento ambiental: adaptação e políticas públicas na Macrometrópole Paulista. Rio de Janeiro: Editora Letra Capital, 2019.
TRAVASSOS, L. R. F. C.; TORRES, P. H. C.; ZIONI, S.; FERNANDES, B.; MACHADO, G. Heterogeneidade e fragmentação espacial na Macrometrópole Paulista: a produção social de fronteiras e buracos. Ambiente & Sociedade, vol 23, 2020. [no prelo].
Published
27/12/2020
How to Cite
CANIL, Kátia et al. VULNERABILITIES, RISKS AND ENVIRONMENTAL JUSTICE IN A MACRO METROPOLITAN SCALE. Mercator, Fortaleza, v. 20, dec. 2020. ISSN 1984-2201. Available at: <http://www.mercator.ufc.br/mercator/article/view/e20003>. Date accessed: 17 apr. 2021. doi: https://doi.org/10.4215/rm2021.e20003.
Section
ARTICLES