PRODUCTIVE RESTRUTURATIONS IN CORUMBÁ-MS IN THE PANTANAL REGION

Abstract

A fundamental geographical argument is that the irruption of significant economic or technical groupings impacts the rhythm and content of transformations in a preexisting space. These forces affect these spaces and are identified in a temporal perspective of economic cycles. This line of reasoning is undeniable since, in the case of Corumbá-MS, several changes occurred cyclically. Nevertheless, in contrast to a uni-causal explanation and abrupt changes, we defend a socio-spatial perspective based on the idea of coexisting and juxtaposed economic agents and processes, which provoke productive restructuring, whose impact can be sinuous and realign into new functions and ongoing geoeconomic dynamics. 

Keywords: Urban Geography, Socio-Spatial Restructuring, Midwest Region, Corumbá-MS.

Author Biography

Elvis Christian Ramos, Federal University of Mato Grosso do Sul, Corumbá (MS), Brazil.
714 / 5.000   Resultados de tradução Resultado da tradução   star_border PhD in Geography from Universidade Estadual Paulista (FCT/UNESP) in 2017. Adjunct Professor and researcher at the Federal University of Mato Grosso do Sul (UFMS); Member of the Laboratory of Spatial Dynamics (LADINE/UFMS/CPAN). Member of the Sectoral Commission for Research at UFMS/CPAN. Research covers the areas of Urban Geography, Social Geography, Teaching of Geography and Theory and Method in Geography. Academic works are related to the production of urban and regional space; agents and their social and spatial practices; ethnogeography of urban microcultures; nocturnal leisure spaces; territorialities produced by young people from the peripheries; geography teaching: languages and geographical literacy.

References

ABDON, M. M ; SILVA, J. S. Delimitação do Pantanal Brasileiro e suas sub-regiões. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 33, n. 10 Numero Especial, p. 1703-1711, out. 1998. Disponível em: .
BRITO, N. M. Mineração e desenvolvimento regional em Corumbá-MS. 2011. Dissertação (Dissertação de Mestrado em Geografia). Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados-MS.
CONTE, C. H. A formação socioespacial de Corumbá e a atividade pecuária. Caderno de Geografia, v. 28, n. 53, p. 510–530, 2018.
CORRÊA, L. S. Corumbá: o comércio e o casario do porto (1870-1920) In: Casario do porto de Corumbá. Campo Grande: Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, 1985. p.23-57
CORRÊA, L.S. História e fronteira: o Sul de Mato Grosso, 1870-1920. Campo Grande: Ed. UCDB, 1999.
HANY, F. E. S. Corumbá, Pantanal de Mato Grosso do Sul: periferia ou espaço central? 2005. Dissertação de Mestrado (Mestrado em Estudos Populacionais e Pesquisas Sociais). Programa de Pós-Graduação Escola Nacional de Ciências Estatísticas - ENCE/IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Rio de Janeiro.
FREITAS, E. P. Corumbá (MS) e as metamorfoses nas políticas brasileiras de ordenamento territorial e seus impactos na região de fronteira Brasil-Bolívia. Geofronter, v. 1, n. 4, p. 16–29, 2017.
GALEANO, R. D. Transportes de commodities do agronegócio e de minerais na Fronteira Brasil-Bolívia: um estudo sobre a estrutura portuária em Corumbá, Ladário e Puerto Quijarro. 2006. Dissertação (Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande.
ISQUIERDO, S. W. G. O Relevo do Sítio Urbano de Corumbá. VI Seminário Latino-Americano de Geografia Física. Universidade de Coimbra, 2010.
ITO, C. A. Corumbá: O Espaço da Cidade Através dos Tempos. Campo Grande – MS: UFMS, 2000.
LAMOSO, L, P. A exploração de minério de ferro no Brasil e no Mato Grosso do Sul. 2001. Tese (Doutorado em Geografia) – Departamento de Geografia, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo, Universidade de São Paulo, São Paulo.
LEFEBVRE, H. La producción del espacio. Trad e Introdução Emilio Martinez Gutiérrez. Madrid: Editora Capitain Swing (Col. Entrelíneas), [1974] 2013.
MAMIGONIAN, A. Inserção de Mato Grosso ao mercado mundial e a gênese de Corumbá. Geosul, n.1, 1986.
MASSEY, D. Pelo espaço: uma nova política da espacialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.
MATIAS, S. S. Considerações sobre a questão da vulnerabilidade ambiental na cidade de Corumbá-MS. Dourados-MS: Universidade Federal da Grande Dourados. 2014. Dissertação de Mestrado (Mestrado em Geografia) - Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Federal da Grande Dourados, 2014.
MEDRANO, L. I. Z. A livre navegação dos rios Paraná e Uruguay: uma análise do comércio entre o Império brasileiro e a Argentina (1852-1889). 1989. Tese (Doutorado em História), USP, São Paulo.
QUEIROZ, P. R. C. A navegação na bacia do Paraná e a integração do antigo sul de Mato Grosso ao mercado nacional. História Econômica & História de Empresas, v. 7, n. 1, p. 1–31, 2009.
REYNALDO, N. I. Comércio e navegação no rio Paraguai (1870-1940). In. XI Jornadas Interescuelas/Departamentos de Historia. Departamento de Historia. Facultad de Filosofía y Letras. Universidad de Tucumán, 19 a 22 de Setembro de 2007, Tucumán, 2007. Disponível em: https://www.aacademica.org/000-108/81.pdf. Acesso em 23/04/2020.
SANTOS, M. A Urbanização Brasileira. Hucitec, São Paulo, 1993.
SANTOS, M. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. 4.a. ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2006.
SILVESTRE, E. A. A pecuária como determinante econômico da ocupação de campo grande, Mato Grosso do Sul: 1870 a 1929. Revista de história, v. 6, n. 12, p. 31–53, 2014.
SOJA, E.W. Geografias pós-modernas: a reafirmação do espaço na teoria social. Trad. Vera Ribeiro. Rev. Bertha Becker; Lia Machado. Rio de Janeiro. Jorge Zahar Editores, 1993.
SOUZA, J. C. Sertão cosmopolita: tensões da modernidade de Corumbá (1872-1918). São Paulo: Alameda, 2008.
XAVIER, L. O. F. Oeste Brasileira: entre o contraste e a integração. 2006. Tese de Doutorado (Doutorado em História). Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Brasília, Brasília.
VALVERDE, O. Fundamentos geográficos do planejamento rural do município de Corumbá. Revista Brasileira de Geografia, Rio de Janeiro, v. 34, n. 1, jan./mar. 1972.
Published
15/02/2022
How to Cite
RAMOS, Elvis Christian. PRODUCTIVE RESTRUTURATIONS IN CORUMBÁ-MS IN THE PANTANAL REGION. Mercator, Fortaleza, v. 21, feb. 2022. ISSN 1984-2201. Available at: <http://www.mercator.ufc.br/mercator/article/view/e21002>. Date accessed: 11 dec. 2023. doi: https://doi.org/10.4215/rm2022.e21002.
Section
ARTICLES