ESPAÇO E ECONOMIA (space and economics)

  • Gloria Maria Vargas Universidade de Brasília
  • Sérgio Ulisses Silva Jatobá Universidade de Brasília
  • Lucia Cony Cidade Universidade de Brasília

Abstract

As múltiplas relações entre o espaço e os processos econômicos possibilitam um espectro amplo de abordagens. Na economia, algumas conceituações trabalham o espaço como distância enquanto outras o fazem com uma abordagem mais social. Em geral, a economia neoclássica trabalha com uma visão isotrópica do espaço, entendido como variável independente  em modelos teóricos que pretendem definir a localização de processos econômicos. Já as contribuições da sociologia e da geografia econômica destacam a importância do espaço na sua condição relacional e social, além de inserí-lo nos processos econômicos.  Dessa forma, passa-se da concepção abstrata do espaço a uma que destaca os conteúdos concretos que dão especificidade socioespacial aos processos econômicos. Com as contribuições dessas duas ciências, comprova-se que as análises dos processos econômicos se enriquecem quando vistos sob o prisma do seu enraizamento social e especificidade geográfica. 

Palavras-chaves: Espacialidade da Economia, Geografia Econômica, Sociologia Econômica.

ABSTRACT

The multiple relations between space and economic processes permit a broad spectrum of approaches. In economics, some views understand space as equivalent to distance and others incorporate a more social approach. Generally speaking, neoclassical economics works with an isotropic view of space that understands it as being an independent variable in theoretical models that aim at defining the localization of economic processes. As for  economic sociology and geography, they stress the importance of the relational and social conditions of space, besides incorporating it as an essential element in economic processes. The abstract conception of space is substituted by one that accentuates its concrete content and gives sociospatial specificity to economic processes.  The contributions of those two disciplinary fields prove that the analysis of economic processes are enriched when seen through their social embeddedness and geographic specificity.

Key words: Economics spatiality; Economic Geography; Economic Sociology.

RESUMEN

Las varias relaciones entre el espacio y los procesos económicos posibilitan un espectro amplio de abordajes.  En la economia, algunas conceituaciones trabajan el espacio como distancia, mientras que otras lo hacen considerándolo desde una visión más social.  En general, la economia neoclásica trabaja con una visión isotrópica del espacio, entendido como variável Independiente en modelos teóricos que pretenden definir la localización de procesos econômicos.  Ya las contribuciones de la sociologia y de la geografia económica destacan la importancia del espacio relacional y social en la comprensión de los procesos económicos.  De esa manera, se pasa de la concepción abstracta del espacio a una que destaca los contenidos concretos que dan especificidad socioespacial a los procesos económicos.  Con las contribuciones de esas dos ciencias, se comprueba que el análisis de los procesos económicos se enriquecen cuando son vistos bajo el prisma de su enraizamiento social y especificidad geográfica.

Palabras clave: Espacio, Espacialidad de la Economia, Geografia Económica, Sociologia Económica.


DOI: 10.4215/RM2012.1125.0003

Author Biographies

Gloria Maria Vargas, Universidade de Brasília
doutorado em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo (1999). Atualmente é professor Adjunto no Departamento de Geografia da Universidade de Brasília e pesquisador no Centro de Desenvolvimento Sustentável da mesma Universidade. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Regional e Política, e em Meio Ambiente atuando principalmente nos seguintes temas: Desenvolvimento regional, Geopolítica, desenvolvimento territorial, desenvolvimento sustentável.
Sérgio Ulisses Silva Jatobá, Universidade de Brasília
doutorado em Desenvolvimento Sustentável pela Universidade de Brasília / Centro de Desenvolvimento Sustentável (2006) com estágio sanduiche na Universidad de Valladolid, Espanha (2004/5) e diploma de estudos avançados em Geografia , Urbanismo e Ordenamento do Território na Universidad de Valladolid, Espanha (2006). Atua profissionalmente na áreas de Planejamento Regional e Urbano, Urbanismo, Meio Ambiente e Habitação, abrangendo, dentre outros, os seguintes temas: ordenamento territorial, planejamento urbano, planejamento regional, planejamento habitacional, gestão ambiental urbana, desenvolvimento sustentável, desenvolvimento local, recursos hídricos, ecologia política, conflitos socioambientais e planejamento ambiental.
Lucia Cony Cidade, Universidade de Brasília
Doutora em City and Regional Planning pela Cornell University (1987). Atualmente é professora nível Associado 2 da Universidade de Brasília. Tem experiência na área de Geografia Humana, com ênfase em Geografia Urbana, em Planejamento Urbano e Regional e em Desenvolvimento Sustentável, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão do território, produção do espaço e imagem ambiental.
Published
02/08/2012
How to Cite
VARGAS, Gloria Maria; JATOBÁ, Sérgio Ulisses Silva; CIDADE, Lucia Cony. ESPAÇO E ECONOMIA (space and economics). Mercator, Fortaleza, v. 11, n. 25, p. 35 a 46, aug. 2012. ISSN 1984-2201. Available at: <http://www.mercator.ufc.br/mercator/article/view/687>. Date accessed: 28 mar. 2020.
Section
ARTICLES

Keywords

Espacialidade da Economia, Geografia Econômica, Sociologia Econômica.